topo1.jpg

Comunicado do PSD-Montalegre.

Categoria: Barroso Publicado em segunda, 09 maio 2016, 23:44

Transcrevemos, na íntegra, o comunicado da comissão Política da Secção do PSD de Montalegre, que um nosso leitor nos enviou.

PSD-MontalegreA nova estrutura do PSD no caminho da mudança urgente, necessária.

No passado dia 23 de Abril, os militantes da secção do PSD de Montalegre elegeram os seus responsáveis para o biénio 2016/2017.

Do acto que decorreu com toda a normalidade, há a salientar alguns aspectos de grande alcance para o futuro do partido no concelho de Montalegre:

 

▪ Na única lista a sufrágio a lista dos eleitos dá ao povo do concelho uma garantia de unidade indispensável à realização do trabalho político que urge realizar;

▪ Foi também eleita gente jovem com potencial e com futuro, jovens com capacidade para relançar o partido e garantir a sua força nas próximas lides partidárias;

▪ Foram ainda eleitos militantes experientes com reconhecido capital político que poderão dar ao partido mais credibilidade e um futuro mais risonho.

MESA DA ASSEMBLEIA

Presidente: José Augusto Francisco Branco

Vice-Presidente: Adelino Augusto dos Santos Bernardo

Vogal: Maria de Lurdes Martins Ramada

COMISSÃO POLITICA

Presidente: José António Carvalho de Moura

Vice- Presidente: Marco António Ferreira T. Rodrigues de Sousa

Vice- Presidente: José Duarte Crespo Gonçalves

Secretário: Manuel Filipe Freitas Rebelo

Tesoureiro: Alexandre Dionísio da Silva Antunes

Vogal: Manuel Florival Gonçalves Martins da Costa

Vogal:Manuel Gonçalves Pereira

Vogal:Carlos Alberto Barbosa Gonçalves

Vogal: Alexandra Crespo Gonçalves

TSD: Manuel Aurélio Pereira Aleixo

MSD:Guilhermina Maria Rodrigues da Costa

Esta equipa, será alargada a grupos de trabalho a constituir, e terá como objectivo organizar o partido, e preparar as candidaturas às juntas de freguesia e Câmara municipal nas próximas eleições autárquicas.

O concelho de Montalegre está a necessitar de urgente alternância no poder. Volvidos mais de VINTE E CINCO anos, o povo de Barroso não pode continuar por mais tempo dependente do jugo socialista. É tempo de se dar o lugar a outros com mais visão do que deve ser o desenvolvimento do concelho, de perspectivar em todos e sobretudo nos jovens a possibilidade de aqui viver e ganhar a vida e contrariar o que os socialistas defendem, que no estrangeiro é que é bom.

A cada dia que passa, se nota que a nossa terra está a morrer. Ao contrário do que se vê noutros concelhos com menores potencialidades, Montalegre arrasta-se por caminhos ínvios que já se viu que não têm saída.

A gestão socialista em Montalegre esgota-se nos foguetes e em investimentos sem deles tirar proveito. Vota ao desprezo total as aldeias do concelho e como forma de se manterem no poder, os socialistas optam por radicalizar a sociedade (só vêem os deles), insultam os adversários, cultivam a prática do caciquismo que nem no tempo do Salazar, tomam conta daquilo que a todos pertence, assumem-se como donos do mundo e cada vez o concelho perde mais terreno no contexto regional e nacional. Num tempo de oportunidades soberanas, não se vê uma única iniciativa de progresso e desenvolvimento.

Tudo isto é mau de mais e há que tentar bloquear a caminhada socialista que cristalizou e não tem nada mais para dar ao concelho.

O PSD de Montalegre pretende recuperar o nosso concelho e colocá-lo no lugar a que tem direito, um concelho próspero, dinâmico e moderno.

E acredita nos barrosões para o conseguir. Para tanto vai divulgar a mensagem social democrata que, esperamos, chegue a todos sem excepção.

Viva Barroso!