imagem_aoutravoz_jpg.jpg

QUANDO O DESCONFORTO É OUTRO...

Categoria: Opinioes
Publicado em sábado, 06 maio 2017, 16:31

Nunca duvidei da falta de lógica das candidaturas ditas independentes desde que a moda surgiu. Invariavelmente, mormente em Portugal, tais candidaturas disfarçam concidadãos nossos da Direita, mas que se recusam a militar num partido político, saltitando, depois, entre posições cuja proximidade vai variando com cada partido em função das condições objetivas.

O CAMBALACHO DO PAINEL PUBLICITÁRIO: PONTO DA SITUAÇÃO.

Categoria: Opinioes
Publicado em quinta, 04 maio 2017, 19:25

Felizmente não me falta o que escrever, nem a minha musa dá mostras de cansaço. Pensei abordar de novo a Pista, na qual já se estouraram cerca de 14 milhões de euros, para defender o seu abandono, mas desisti para já deste intento. Desisti também para já de abordar a recente carta que a Associação de Produtores de Fumeiro enviou à Câmara a solicitar um subsídio de 80 mil euros (dos quais 35 mil imediatamente) com vista a elevar a qualidade da Feira do Fumeiro, que está em decadência geral por várias razões: mau fumeiro, pouca gente e poucas vendas. Esta informação é radicalmente diferente da propaganda da Câmara, como veremos a seu tempo.

MARINE LE PEN.

Categoria: Opinioes
Publicado em quarta, 03 maio 2017, 15:41

Marine Le PenTodos recordamos bem o pânico que se apoderou de quase todos após a vitória de Donald Trump nos Estados Unidos. Donald iria fazer tudo e umas botas mais, desde deixar a OTAN, até fechar os Estados Unidos ao mundo. Com mentiras e meias mentiras, as nossas televisões foram transmitindo patéticos folhetins diários, sempre marcados por previsões que se mostraram quase cabalmente falhas. Sobrou, claro está, o modo bronco de ser de Donald Trump. Ainda assim, estas recentes considerações sobre Kim Jong-un mostram uma sensibilidade natural muito forte. E também uma coragem política, só possível por não ser ele, de facto, um político de carreira.

Afinal, continua a ser uma Democracia!!

Categoria: Opinioes
Publicado em quarta, 19 abril 2017, 19:04

Muitos sentir-se-ão reconfortados quando ouvem as palavras do Papa Francisco, defendendo os Direitos Humanos. A verdade, porém, é o depois, quando se percebe, à saciedade, que nada do que diz consegue obter um avanço ínfimo.

Esta realidade é algo omnipresente em Portugal, onde os partidos que hoje suportam o Governo de António Costa, até mesmo os restantes, não se cansam de bater no regime da Constituição de 1933. Ainda nesta recente entrevista do general José Alberto Loureiro dos Santos se pôde voltar a ler manifestações de um verdadeiro horror ao tempo dito do antigamente.

TEMAS ESQUECIDOS.

Categoria: Opinioes
Publicado em terça, 18 abril 2017, 10:10

Portugal é, indubitavelmente, um país fortemente caraterizado por esquecer temas importantes. Ou por deixar que morram – digamos assim – como que de morte natural, sem que ninguém se preocupe em resolver as coisas a tempo e horas e com afinco na procura da solução em causa. Vejamos uma meia dúzia destes casos.

TODA A ATENÇÃO É POUCA...

Categoria: Opinioes
Publicado em domingo, 16 abril 2017, 15:06

Sabemos todos, sobretudo nos dias de hoje, que toda a atenção é pouca em face do que se vai vendo e ouvindo. Mesmo do que nos chega através dos grandes canais televisivos, onde se espera que se fale com correção e com verdade. Escrevo este texto a propósito de uma intervenção de João Fernando Ramos, ontem, na RTP 2, no noticiário que sucedeu a hora do jantar.

Falência do paradigma TURISMO. Chaves é quem mais lucra com os investimentos em Montalegre

Categoria: Opinioes
Publicado em terça, 04 abril 2017, 21:51

Trago à colação uma notícia publicada no “site” da Câmara de Montalegre acerca da pista automóvel nas faldas do Larouco, de nome: “Montalegre conquista Mundial Rallycross até 2022”. Informa a referida notícia que a Câmara de Montalegre, proprietária da pista, já tem garantido o campeonato mundial de rallycross até 2022, portanto, por mais cinco anos, mas isso exige fortes investimentos e são referidos os montantes. Não diz, mas isso é sabido, que a organização das corridas está a cargo do Automóvel Clube de Vila Real e envolve cerca de 150 funcionários. Como a notícia passou despercebida na imprensa local e é assunto de interesse, sobretudo pelos milhões que envolve, eu quero dar-lhe aqui suficiente relevo. Já agora também cruzo essa notícia com uma outra que com ela se relaciona: o financiamento da CMM ao clube desportivo de Chaves, no valor de 8 mil euros, a troco de publicidade nas camisolas, num só jogo (1 de março).