imagem_aoutravoz_jpg.jpg

A OCULTA MÃO AMERICANA.

Categoria: Opinioes
Publicado em segunda, 27 março 2017, 09:04

Como se tem vindo a ver ao longo dos anos, já desde bem dentro da presidência de Obama, a situação da Paz mundial não deixa de se manter em perda. E em perda muito acelerada. Nunca duvidei – os factos são deveras conhecidos – de que a causa essencial desta realidade reside na política norte-americana, sempre acefalamente seguida pelos países do Ocidente, em geral. Bom, o resultado está hoje à vista de todos, sendo que a principal tendência é para continuar e tudo ir piorando.

O despontar da Direita Radical.

Categoria: Opinioes
Publicado em quarta, 22 março 2017, 14:50

Quando ontem escrevi o meu texto, POPULISTAS, FASCISTAS E NAZIS, encontrava-me completamente fora de poder imaginar que logo um pouco depois se viria a dar uma manifestação do Partido Nacional Renovador, (PNR), ainda ao redor da palestra que Jaime Nofgueira Pinto acabou por não realizar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, há perto de uma semana atrás.

Como seria de esperar, a manifestação dos elementos daquele partido, desafiando os alunos da faculdade em causa, acabou por chegar ao confronto verbal, antecâmara de um outro mais grave, e que acabou por levar à intervenção da PSP. Com grande qualidade profissional, os agentes daquela polícia evitaram, nas calmas, o que bem poderia ter sido grave. E tudo por via das provocações de uma trintena de elementos do PNR.

Descaramento.

Categoria: Opinioes
Publicado em sexta, 17 março 2017, 22:16

O ex-deputado do PS, José Magalhães, acaba de publicar uma obra (políticos.pt) em que questiona a opacidade e grande disparidade remuneratória entre os deputados portugueses na Assembleia da República.

José Magalhães, que foi deputado durante cerca de trinta anos e que, antes de se “transferir” para o PS foi, durante muito tempo, deputado pelo PCP, enviou à procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, o livro sobre as remunerações dos políticos e os abusos que são possíveis por falta de mecanismos de controlo. Também o enviou ao presidente da comissão eventual para o reforço da transparência no exercício de funções públicas, Fernando Negrão, como sugestão para o aperfeiçoamento dos meios de fiscalização das declarações de património e rendimento" dos políticos e em particular dos deputados.

Que descaramento!

José Magalhães pensa que os Portugueses se esqueceram de que ele foi um entre os trinta deputados do PS e do PSD que pediram ao Tribunal Constitucional para travar a norma que acabava com as subvenções vitalícias dos deputados com rendimento de outras fontes, superior a 2 mil euros por mês.

O livro, moralista, sobre remunerações de eleitos como se ele próprio não tivesse beneficiado das mordomias do parlamento durante a “eternidade” que lá esteve.

Denunciar os outros depois de beneficiarmos das regalias é muito fácil, mas não é nada credível.

E de novo as sondagens.

Categoria: Opinioes
Publicado em sexta, 17 março 2017, 19:19

Aí nos foi dado acompanhar as sondagens ao redor das eleições holandesas de ontem. Mais uma vez, como deveria esperar-se, as sondagens falharam estrondosamente. E é bom que os portugueses se habituem a esta realidade, realizando antes, cada um, a sua própria sondagem ao ritmo de cada dia da sua vida, por via do que vão vendo e ouvindo.

Uma notinha breve.

Categoria: Opinioes
Publicado em quinta, 16 março 2017, 18:30

Por um acaso, fui ontem encontrar parte de uma entrevista concedida por Arménio Carlos, líder da CGTP – a maior central sindical do País – à Renascença, na pessoa da jornalista, Raquel Abecassis. Sem espanto, pude ouvir a entrevistadora questionar Arménio Carlos sobre se certos benefícios dados aos trabalhadores do Estado não serão um privilégio em face do que se passa com as empresas privadas.

Já vem de longe.

Categoria: Opinioes
Publicado em quarta, 15 março 2017, 12:06

Surgiu ontem a notícia de que o DIAP de Lisboa estará a averiguar a Cáritas, na sequência de informações de que haveria uma grande quantia de dinheiro a render através de veículos financeiros diversos. Nada sendo certo por enquanto, não se trata de um acontecimento impossível. Nem certo. Em todo o caso, depois do que se viu com o dito banco do Vaticano, tal notícia já não pode causar grande estranheza. Certo é que esta notícia não se constitui num acontecimento impossível. Nem certo. Vamos esperar e, para já, refletir aqui um pouco.

O Cambalacho

Categoria: Opinioes
Publicado em segunda, 06 março 2017, 21:46

cambalacho

ACTA DA 1.ª REUNIÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL.

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA.

(24 DE FEVEREIRO DE 2017).

 

Realizou-se no passado dia 24 de Fevereiro, às 9h, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Montalegre, a primeira reunião ordinária da Assembleia Municipal, presidida por Fernando Rodrigues, tendo a seu lado, na mesa da reunião, os restantes membros: secretários e Presidente da Câmara, Orlando Alves.

Na assembleia, os deputados do PSD/CDS sentaram-se ao lado direito e os do PS ao lado esquerdo; um dos lados tinha bastante mais gente do que o outro.