imagem_aoutravoz_jpg.jpg

Justiça para o Interior ou o início da privatização?

Categoria: Região Publicado em segunda, 20 abril 2015, 09:43

Jorge Moreira da Silva, Ministro do Ambiente, anunciou a reforma do setor das águas, garantindo que há benefícios para o Interior. Por cá, se uns aplaudem outros são os que temem consequências negativas.

SERÁ um ato de justiça para o Interior ou o início da privatização de um setor que trata de um bem que é de todos, a água? Na região, entre os autarcas, a resposta não é consensual. Uns aplaudem a anunciada reforma, outros mostram muitas reservas quanto ao prometido.

E o prometido, pela voz do próprio ministro do Ambiente, deu conta da reforma do setor das águas, onde as autarquias do Interior vão passar a pagar menos pelo preço da água em alta (aquela que é vendida às câmaras). O objetivo é alcançar uma “harmonização tarifária” entre Litoral e Interior, com as tarifas agora praticadas a convergir gradualmente até à “tarifa única”, ou seja, até que todas as autarquias paguem o mesmo.