topo1.jpg

Vinhos e os covilhetes degustados na Assembleia da República

Categoria: Região Publicado em quarta, 10 junho 2015, 18:07

Luís RamosPor iniciativa do deputado social-democrata Luís Ramos, os vinhos e os covilhetes vão ser degustados na Assembleia da República, a 17 de Junho. Esta ação promocional pretende divulgar, junto dos deputados eleitos pelos restantes círculos eleitorais, responsáveis políticos e funcionários do Parlamento, os vinhos e o património gastronómico de Vila Real.

Os deputados Pedro Pimentel e Manuela Tender (PSD), Ivo Oliveira e Agostinho da Santa (PS), Abel Baptista (CDS-PP), Jorge Machado (PCP), Luís Fazenda (BE) e José Luís Ferreira (PEV) também se associaram a esta iniciativa que envolverá cerca de 200 pessoas.

Néctares e sabores de Vila Real vão ser provados na Assembleia da República

Enquanto o sol banha os socalcos do Douro e amadurece a próxima colheita, os deputados da nação vão poder degustar os néctares produzidos na mais antiga Região Demarcada do Mundo e harmonizá-los com sabores típicos de Vila Real. Esta prova terá lugar a 17 de Junho, nos claustros da Assembleia da República, envolvendo cerca de 200 pessoas.

Esta iniciativa partiu do deputado social-democrata Luís Ramos, à qual se associaram os parlamentares Manuela Tender e Pedro Pimentel (PSD), Ivo Oliveira e Agostinho da Santa (PS), Abel Baptista (CDS-PP), Jorge Machado (PCP), Luís Fazenda (BE) e José Luís Ferreira (PEV). “Queremos promover e divulgar, junto dos deputados eleitos pelos restantes círculos eleitorais, responsáveis políticos e funcionários do Parlamento, os vinhos e o património gastronómico de Vila Real, valorizando a sua qualidade e singularidade”, explica Luís Ramos.

A combinação pode revelar-se duplamente perfeita: uma experiência degustativa que fique na memória dos deputados e demais funcionários da Assembleia da República e um contributo para alavancar o consumo e a comercialização dos produtos vila-realenses. “Através desta iniciativa, podemos contribuirpara o reforço da notoriedade e do potencial comercial dos vinhos e dos covilhetes”, sublinha o deputado Luís Ramos.

Em prova estarão vinhos brancos, rosés e tintos produzidos pela Adega Cooperativa de Vila Real, considerada a melhor adega cooperativa do País em 2012, pela Revista de Vinhos. Atualmente, tem uma produção anual que ronda os seis milhões de litros e mais de 1 200 viticultores associados. A pastelaria Gomes ficará encarregada de desafiar o palato com covilhetes, uma das especialidades mais característica e antiga do concelho vila-realense. Em tempos idos, o covilhete, feito à base de picado de vitela maronesa, era indissociável da festa do Santo António, padroeiro de Vila Real e, também, de Lisboa. No decorrer da degustação, será feita uma apresentação histórica e técnica dos produtos.